Buscar

Tour pela Liberdade | São Paulo, Brasil



São Paulo é uma cidade cheia de contrastes. Se considerarmos o número de estrangeiros que vivem aqui, São Paulo é a terceira maior cidade italiana do mundo, a maior cidade portuguesa fora de Portugal, a maior cidade espanhola fora da Espanha e a terceira maior cidade libanesa fora do Líbano. Abriga também o maior número de japoneses que vivem fora do Japão, cerca de 1,5 milhão, muitos deles vivendo no movimentado bairro da Liberdade, que fica a 1 km Centro da capital. O bairro é um lugar divertido para explorar e ver como toda  a cultura asiática influenciou a vida de muitos paulistas. Continuando nosso tour pelos bairros de São Paulo, não podíamos deixar de escrever sobre a Liberdade!



Comece seu tour pela Liberdade pela Praça da Liberdade, que recebe aos domingos a  Feira de Arte, Artesanato e Cultura, com vendedores divididos entre comidas típicas e artesanato. É uma das feiras mais populares da cidade e um ótimo ponto de partida para um passeio pelo bairro. Aos sábados também tem feira mas com menos barracas.


Saindo da feira, passe pela Rua Galvão Bueno. A rua, como outras ruas da Liberdade, é adornada com lâmpadas de estilo japonês e um grande torii vermelho, um portão japonês que muitas vezes se vê na frente de templos xintoístas.


O mercado Marukai é um dos mais populares pois conta com uma variedade incrível, embora muitas vezes fique desconfortavelmente lotado. O Marukai e o outras lojas vendem de lembrancinhas (como espadas de samurai, sakê, xícaras de chá, entre outros) a eletrodomésticos como panelas de arroz e utensílios de cozinha de bambu, além de alimentos como macarrão japonês, doces, molhos, refrigerantes e um monte de outras coisas indecifráveis a menos você seja japonês. Você pode passear essas lojas por horas tentando descobrir o que diabos é tudo isso. Um passeio pela Rua Galvão Bueno também é interessante por sua arte de rua e arquitetura histórica, alguns edifícios em melhor forma do que outros.


Se você quiser saber mais sobre japonês que decidiram se aventurar e vir para o Brasil, não há melhor lugar para visitar na Liberdade do que o Museu Histórico da Imigração Japonesa no Brasil. Os japoneses começaram a vir em massa para o país a partir de 1907, grande parte devido a um tratado de imigração que foi assinado entre os dois países. Entre 1917 e 1964, cerca de 164.000 japoneses imigraram para o país. Entre eles, meus avós :) O museu faz um excelente trabalho documentando a história da imigração japonesa para o Brasil, os desafios que os imigrantes enfrentaram em seu novo país e as contribuições que eles fizeram para a cultura brasileira. O museu conta também com os modelos dos barcos que trouxeram os imigrantes ao Brasil, fotografias e itens pessoais pertencentes aos imigrantes. O museu está localizado em um prédio de escritórios na esquina da Rua Galvão Bueno e  da Rua São Joaquim.


Alguns templos budistas estão presentes no bairro como o Templo Lohan e o Templo Busshinji. Confira os links de cada um antes de sua visita para ver a programação de eventos, cursos e cerimônias.


Grande parte da diversão de se visitar a Liberdade é que é possível encontrar vários dos restaurantes japoneses, chineses e coreanos pelas ruas do bairro. Sushi, yakitori, lamen e udon são os mais procurados.


Lamen Kazu

Provavelmente o melhor lamen que você vai encontrar no Brasil. O sabor é muito autêntico e por isso está sempre cheio. Chegue cedo para garantir o seu lugar.


Izakaya Issa

É um legítimo boteco japonês. Tudo aqui é muito simples e tradicional e os petiscos sensacionais. Não deixe de provar o takoyaki, bolinho de polvo coberto de raspas de bonito (peixe seco) acompanhado por uma dose de sakê.


Yoka Se você estiver na Liberdade mas não estiver a fim de comida japonesa, pare no Yoka, simplesmente uma das melhores pastelaria de São Paulo. Fica na Rua dos Estudantes, 37.


Choperia Liberdade

Se você estiver pelo bairro à noite, não deixe de passar pela Choperia Liberdade (Rua da Glória, 523). É um dos melhores bares de karaokê da cidade e com certeza o mais doido. O local é a epítome da colisão das culturas brasileira e japonesa e você claramente vai ver isso pela decoração maluca (que vão de luzinhas de Natal à aquários e quadros 3D), pelos "cantores" recorrentes e pela atmosfera que é incrível (os petiscos também).


Independente do motivo da sua visita pelo bairro, seja para a feira de domingo, comprar alimentos exóticos, presentes ou gadgets, ou para saber mais sobre a imigração japonesa para o Brasil, você com certeza vai dar mais valor a diversidade da cultura brasileira depois da sua passagem pela Liberdade

Você já visitou Liberdade? Como foi a sua experiência lá? Conte pra gente aí nos comentários.


#liberdade #japão #sãopaulo #Coréia #China #sushi #restaurante #feira

  • Preto Ícone Instagram

Todos os direitos reservados | © 2019 Aquele Blog de Viagens