• Preto Ícone Instagram

Todos os direitos reservados | © 2019 Aquele Blog de Viagens

463 ANOS DE SÃO PAULO - TOUR PELO CENTRO

23 Jan 2017

Em comemoração ao aniversário de 463 anos da cidade de São Paulo vamos começar uma série de posts sobre os principais bairros da cidade. Serão 12 posts celebrando o que a cidade tem de melhor. E qual a melhor maneira de começar se não pelo Centro da cidade?

 

Como chegar?

O Centro de São Paulo, tirando a Avenida Paulista, é o local que mais tem linhas de trem, metrô e ônibus, então chegar dificilmente será um problema, não importa em que canto da cidade você esteja. O legal do Centro é caminhar, então desça em qualquer estação por lá e faça todo o passeio a pé mesmo. No mapa abaixo colocamos os pontos citados no post e é possível ver as estações de ônibus, metrô e trem da região.

 

 

 

Para quem não tem muito tempo na cidade, a Prefeitura criou a Linha Circular de Turismo. É um ônibus de dois andares no famigerado estilo hop-on/hop-off. Custa R$40,00 e tem duração de 3 horas. O ônibus passa por vários pontos da cidade a partir da República.

O que visitar?

O Centro de São Paulo merece um dia inteiro de visita. Começando pelo café da manhã no Mercadão, passando pelo Pátio do Colégio, compras na Rua direita... São inúmeros passeios que vão te fazer a amar mais ainda a cidade!

 

O Mercado Municipal é o melhor lugar para o café da manhã e é aqui que você deve iniciar seu passeio. Apesar de o Hocca ser o mais famoso, e pioneiro no pastel de bacalhau, recomendamos uma parada na Padaria Paulista para o pão na chapa com requeijão e o lanche de mortadela.

 

Todo mundo sabe que na 25 de Março é possível encontrar todo tipo de coisa. TODO tipo mesmo. Vasculhando a 25 é possível encontrar lojas maravilhosas escondidas no meio da multidão de bugigangas. Recomendamos uma passagem por duas lojas em específico. A Katmandu importa artigos de decoração étnicos de vários países do Oriente, Sudeste Asiático e África. A Dunnya Dukkan traz direto da Turquia luminárias e peças de cerâmica artesanais. 

 

 

O Largo São Bento é parada indispensável. O mosteiro e igreja beneditinos foram fundados no final do século 16 (no entanto a igreja atual começou a ser construída em 1910). O interior é ricamente decorado e inclui estátuas do século 17 de São Bento esculpidas por Agostinho de Jesus e vários outros artistas beneditinos. O monastério ainda está ativo e  é possível assistir ao coral de cantos gregorianos formado pelos monges durante as missas da manhã. Caso esteja podendo gastar um pouco mais, vá ao brunch de Domingo. É preciso marcar pois as vagas são limitadas. É caro, mas vale muito a pena. O brunch é preparado pelos próprio monges e por chefs renomados de SP. Caso não possa, separe um tempinho e passe na loja do mosteiro para comprar os bolos, pães, geléias e chocolates feitos pelos monges. Mais informações: http://mosteiro.org.br/

 

O Centro Cultural Banco do Brasil fica em um antigo prédio construído em 1901. Foi inaugurado em 2001 e abriga intensa programação cultural entre teatro, cinema, exposições e workshops. Mais informações: http://culturabancodobrasil.com.br/portal/sao-paulo

 

O Pátio do Colégio é o Centro original de São Paulo. Lá, Manuel de Nóbrega e José de Anchieta fundaram o Colégio da Companhia de Jesus, que serviu de residência e centro de estudo para os jesuítas.  Atualmente funcionam lá o Museu Anchieta, o Museu de Arte Sacra dos Jesuítas e a Biblioteca Padre Antônio Vieira. Foram feitas muitas reformas e restaurações no local e tudo o que resta do edifício do século 16 são as portas e um trecho da parede de barro, que fica protegida por uma parede de vidro. Não deixe de dar uma paradinha no Café do Pateo, para tomar um café ou almoçar. Tudo lá é gostoso! Mais informações: http://www.pateodocollegio.com.br/

 

 

A Catedral da Sé foi consagrada em 1954, no 400º aniversário da fundação de São Paulo. Começou a ser construída em 1913 e só foi concluída em 1967. Sua construção foi interrompida pelas duas guerras mundiais, já que seus mosaicos e decoração estavam sendo trazidas da Itália. Na fachada é possível ver estátuas dos profetas do Antigo Testamento e os discípulos de Cristo e, embora o resto da Catedral seja do estilo neo-gótico, sua cúpula é renascentista. O interior tem várias características interessantes, incluindo o órgão, as janelas com vitrais retratando a história do catolicismo no Brasil e as colunas, esculpidas para representar a flora e fauna brasileiras. É possível visitar a cripta que fica embaixo da Catedral para ver esculturas em mármore e túmulos famosos. 

 

 

 

Infelizmente o entorno da Catedral se encontra em situação lastimável. O que é uma pena pois se as fontes e a praça estivessem boas condições seria um ponto turístico maravilhoso. É possível conferir também lá o Marco Zero da cidade. Esperamos que o novo Prefeito cumpra com as promessas e faça a Praça da Sé grandiosa novamente.

 

Além desse locais, não deixe de passar pela Rua Direita e pela 25 de Março para compras e visite o Edifício Altino Arantes (o Prédio do Banespa). Para os amantes de arquitetura o Centro Velho é parada obrigatória. São tantos edifícios que é difícil escolher os mais legais de se visitar. A Prefeitura disponibilizou um guia focado na arquitetura do Centro, com mapa e audio. Vale muito a pena baixar o roteiro para seu passeio, disponibilizados aqui: http://bit.ly/1TEUaOR

 

Onde comer?

O Centro de São Paulo é forrado de opções para comer. Além do Mercadão, destacamos algumas casas que você não vai se arrepender de visitar!

 

Casa Mathilde

A melhor confeitaria Portuguesa fora de Portugal. São tantas opções que uma visita só não basta. Não deixe de pedir o pastel de nata! Fica na Praça Antonio Prado, 76 e funciona de segunda a sexta-feira, das 09h00 às 19h30 e sábados e feriados das 09h30 às 16h30. Fechado aos domingos. Tel. (11) 3106-9605.

 

Salve Jorge

É um misto de bar e restaurante. A decoração chama muito a atenção por conta das referências históricas e da cultura pop. Fica na Praça Antonio Prado, 33 e funciona de segunda a sexta-feira, das 12h00 às 23h00 e sábados e feriados das 12h00 às 18h00. Fechado aos domingos. Tel. (11) 3107-0123.

 

Casa Godinho

O Empório/Mercearia foi fundado em 1888 e recentemente declarado patrimônio cultural imaterial pelo Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico, Cultural e Ambiental de São Paulo (Conpresp). Serve salgados, lanches frios e doces. Ah, e tem a melhor empada de São Paulo. Precisa de mais motivos? Fica na Rua Líbero Badaró, 340 e funciona de segunda a sexta-feira, das 7h00 às 18h45. Fechado aos sábados e domingos. Tel. (11) 3105-1625.

🗣 Dica!

Tente não levar objetos de valor com você durante o passeio e sempre fique de olho nos seus pertences. O Centro é um lugar fantástico mais ainda peca pela falta de segurança.