• Preto Ícone Instagram

Todos os direitos reservados | © 2019 Aquele Blog de Viagens

OS MELHORES PASSEIOS PARA FAZER EM VALENCIA

7 Mar 2017

 

Embora seja a terceira cidade mais populosa da Espanha, Valencia raramente figura em itinerários turísticos. Esperamos que permaneça dessa forma, pois é o que faz de Valencia um lugar encantador e uma das cidades mais fascinantes da Europa. A arquitetura, não só do centro antigo como dos bairros novos, mostra como a cultura pode evoluir unificando o passado e o futuro. Valência é também um excelente destino para os amantes da gastronomia. Famosa pela tradicional paella, o prato de arroz decorado com carne, frutos do mar ou legumes, também é casa de alguns dos melhores restaurantes contemporâneos da Espanha.

Como chegar?

 

Valencia fica na costa do Mediterrâneo, no leste do país. É fácil de andar a pé ou de bicicleta, uma vez que é repleta de ciclovias. De trem, fica a 3 horas de Barcelona mas, como fizemos a viagem vindo de Granada, a viagem levou em torno de 5h. A estação principal é a Estación del Norte, localizada no coração da cidade, com itinerários para as principais cidades espanholas. Os principais serviços são os trens de alta velocidade AVE que cobrem a distância entre Madrid e Valencia em cerca de 1h40, e os serviços Euromed, que oferecem ligações entre Valência e Barcelona. O aeroporto fica na periferia de Valencia e tem ligações aéreas para vários destinos na Espanha (Madrid, Palma, Gran Canaria, Ibiza, Astúrias, Bilbau, Málaga, Sevilha, Santiago de Compostela e Tenerife), bem como voos internacionais para o Reino Unido, Alemanha, França, Itália, Romênia e Bélgica.

Onde dormir?

 

Ficamos hospedados no Valencia Lounge Hostel:

 

O hostel no belíssimo bairro histórico de El Carmen, que é bem residencial e super escondido nas ruas tortas da cidade. Tentar achar sem um mapa ou GPS na mão é uma aventura. Mas é  exatamente isso que estávamos procurando em todas cidades que passamos, a experiência mais autentica possível. Além disso o hostel fica super perto do Mercado Central e cerca de 15 min a pé da estação de trem. A hospedagem foi maravilhosa, o hostel é muito limpo e super bem decorado. Eles também oferecem bicicletas para alugar e conhecer a cidade.

 

Outra opção que cogitamos foi o Singular Stays Mercado Central:

 

Situado em Valência, a 10 minutos a pé da Estação de Metrô Colon, o SingularStays Mercado Central dispõe de acomodações com aquecimento e WiFi gratuito. O centro histórico de Valência fica a 5 minutos a pé. Todos os apartamentos possuem sala de estar com TV e área de estar. A cozinha privativa é equipada com forno, micro-ondas e máquina de lavar. Os apartamentos também oferecem banheiro privativo com banheira ou chuveiro e secador de cabelo. As toalhas e a roupa de cama são fornecidas.

 

Confira aqui mais opções de hospedagem em Valencia:

 

O que visitar?

 

Bioparc Valencia

O zoológico ideal recriaria o habitat natural dos animais e o Bioparc se aproxima muito desse ideal. É um zoologico mas sem jaulas. Ao contrário de seu zoológico tradicional onde os animais estão trancados em jaulas, os animais do Bioparc Valencia parecem vagar livremente no parque. É o que chamam de "zoológico imersivo" - um conceito de imersão de visitantes no habitat dos animais e não vice-versa. Ao invés de jaulas, o Bioparc foi projetado para usar rios, lagos, riachos e rochas para separar os visitantes dos animais. Aqui, as barreiras são praticamente invisíveis e os animais se sentem em casa. Mais informações aqui.

 

 

Ciutat de les Arts i les Ciències

A Cidade das Artes e das Ciências é um complexo arquitetônico, cultural e de entretenimento. O complexo é composto pelos seguintes edifícios: L'Hemisfèric, El Museu de les Ciències Príncipe Felipe, L'Umbracle, L'Oceanogràfic, El Palau de les Arts Reina Sofia, El Pont de l'Assut de l'Or e L'Àgora. Visitar o complexo mesmo que somente do lado de fora já é algo que vale a pena já que, além do ingresso ficar caro, a arquitetura do empreendimento é impressionante. Aquela mistura do passado com o futuro fica muito evidente aqui. O destaque do complexo vai para o museu de ciência, o cinema IMAX e o Oceanografic. 

 

 

Oceanografic

O Oceanografic é o maior aquário da Europa. A estrutura dele é maravilhosa e o espaço tem uma enorme variedade da vida marinha Mediterrânea em exposição em vários grandes aquários e tanques. Eles fazem um trabalho incrível de recuperação e conservação de tartarugas marinhas. No entanto, o Oceanografic mantém shows de golfinhos e belugas. Para quem não sabe o que isso implica e por que é muito ruim, fica aqui uma dica de leitura (Whales and Dolphins in Captivity - Facts and Information, em inglês) e documentário (Blackfish, disponível na Netflix!).

 

 

Mercado Central

Com um arquitetura muito bonita e boa variedade de produtos, o mercado municipal sempre é uma boa atração. Este mercado antigo belamente projetado é típico da grande arquitetura valenciana. Se você já explorou Barcelona e Madrid antes, imagine algo parecido com o Mercado de San Miguel e não La Boqueria. Passamos um tempo tentando encontrar um supermercado pelo centro antes de perceber que não havia nenhum. Isso porque todo mundo de Valencia vai para o Mercado Central. Você não vai achar nada mais tradicional que isso; diferentemente de outras cidades, o mercado não é voltado para os turistas, e sim para a comunidade. 

 

 

 

Playa de la Malvarrosa

Esta praia, localizada ao longo da bela costa do Mediterrâneo, não é o lugar para uma tarde tranquila. A praia em si não é muito bonita comparada as outras que passamos durante nossa viagem, mas vale a pena mesmo pelo calçadão repleto de bares e restaurantes. Fica um pouco afastada do centro da cidade, então é preciso pegar um ônibus (mas é bem fácil).  Chegue cedo, pois fica lotado! Assim que o sol sai, todo mundo corre para a Playa de la Malvarrosa para comer na grande variedade de restaurantes ao longo da costa dar um mergulho no mar, ou tomar sol sob o sol. Malvarrosa Beach está repleta de atividades, comida e bebidas para preencher um dia inteiro. Além disso, a praia se transforma e tem as melhores baladas e bares nos fins de semana. 

Onde comer?

 

Taberna Jamon Jamon

Se você é fã de Jamón, como nós, não deixe de ir na Taberna Jamón Jamón. É o Jamón de melhor qualidade que você vai encontrar. O Jamón Ibérico é o mais caro mas se você provar, vai entender o por quê.

 

 

Palace Fesol

Valência é, talvez, mais conhecida por ser a casa do prato mais famoso da Espanha: a paella! Tradicionalmente feita aos domingos em família, a paella valenciana tem arroz e legumes com frango, marisco, coelho ou caracóis. Não é fácil encontrar uma boa paella nos bairros mais turísticos (tanto em Valencia como em outras cidades espanholas), mas descobrimos uma que vale a pena. O Palace Fesol foi inaugurado em 1909 e atualmente é comandado pela quarta geração da família. Uma dica, não entre em restaurantes que esbanjam cartazes enormes ou menus em inglês em regiões muito turísticas. Normalmente são os piores lugares.

 

 

El Camerino Taberna

Pequenos restaurante muito bom. Escolhemos o cardápio de € 15 que inclui entrada, prato principal e sobresa e pagamos mais € 5,00 por pessoa pela opção de bebidas a vontade. 

Se você ficou interessado em conhecer Valência não deixe de conferir o site Visit Valencia. É super completo com todas as informações necessárias para sua viagem, como mapas, tipos de transporte e links para compras de ingressos. E deixe nos comentários se você já conhece Valencia! :)